Temas

Amor

Amizade

Saudade

Incentivo

Aniversário

Natal e Ano Novo

Religioso

Mãe/Pai

Diversos

Poemail

Poemas por e-mail

Autores

Livros

Anunciar

Busca por palavra

Busca detalhada

Sua opinião

Amor
Inexprimível amor
Embora possa parecer coisa de doida 
a minha vida desse jeito 
concebi
como a sair de outro tempo
de outra estrada
a via torta desta forma 
construí 

E pendurei a minha alma num farrapo
um pano  um trapo
algo que nem mesmo eu 
entendi

Só uma coisa sem saber virou tratado
o louco amor   em cada víscera
por ti

Não há decreto
não há lei  
nada adianta
para mudar o som que sai da minha alma

Só sei dizer que trago em mim algo de planta
que seca às vezes
se auto-pune
se retranca

E vai nascer de novo
en-canto diferente
se transmudando como arte
quase mito

E desabrocha em teu adubo 
no  i n f i n i t o

Vai no teu cálice beber
por doce 
instinto
© Eliana Mora
Serviço criado e mantido por Aline Ponce. Visite o site Aline Ponce - gatos e letras.